segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Entenda um pouco sobre SKS e suas atividades 22.01.2013

 

SKS, o sistema partilha de chaves de quebra de sinal das tvs através do satélite é operado através de um transponder alugado no Hispasat por Azbox, Azamérica, Ibox e outras marcas de receptores de satélite. = MITO

Infelizmente por mais que estas marcas de receptores de tv via satélite se esforcem em dizer que operam legalmente neste satélite, a verdade é que eles não alugaram o TP de dados pelo qual transmitem as chaves de SKS.
É isto mesmo, os satélites Hispasat e tantos outros são operados pela Eutelsat, uma empresa que opera a maior frota de satélites em todo mundo e que tem acordos comerciais com as maiores operadoras de tv por satélite no mundo e com as maiores redes e canais de televisão, ela não iria se queimar alugando um TP de um satélite seu para uma atividade que prejudica os seus maiores clientes.

A Eutelsat desligou o TP de dados usado pelos dongles SKS no Hispasat. = VERDADE E MITO

É aí que está a base da maior confusão ocorrida durante o Apagão SKS ocorrido este final de semana e pelo qual algumas marcas cairam e outras marcas passaram sem grandes arranhões.
Na prática é possível transmitir dados em qualquer TP do Hispasat, mesmo aquelas TPs que não são declaradas como TPs de dados, isto por que na realidade os canais de tv digital são transmitidos atravé de dados, claro, os canais são transmitidos através de arquivos em codificação MPEG, ou seja, são dados também, então é possível encontrar um TP vulnerável e com espaço ocioso para que se possa injetar os dados das chaves através dele.
É uma operação complicada mas perfeitamente possível para quem conhece o sistema de transmissão por satélite a fundo, aqui mesmo no Brasil algumas pessoas foram presas por estarem usando um satélite de comunicações americano de forma ilegal e eles operavam com simples antenas offset para mandarem o sinal para o satélite.
A Hispasat está sendo pressionada para resolver o problema de emissão das chaves SKS através do Hispasat, da mesma maneira que o operador do Telstar 12 foi pressionado e acabou sendo obrigado a retirar o sinal do TP de internet do Telstar 12 que estava locado para a Ragio e com isto desabrigar a Ragio.
No Hispasat infelizmente não conseguimos saber com certeza quem loca o transponder usado pelos receptores de satélite para transmitir as chaves SKS.
A verdade é que a Hispasat está tentando derrubar a TP usada pela Azamerica, Azbox, Ibox e outros, mas parece que esta missão ainda está longe de ser concretizada.

Azamerica e outras sobreviveram ao apagão SKS, o que quer dizer que a TP do SKS do Hispasat continua a mesma = AÍ QUE MORA O SEGREDO

E aí que mora o segredo bem guardado por todas as marcas de receptores, o que parece mais lógico é que a TP declarada como sendo a TP das chaves SKS no Hispasat seja um mito.
Como dissemos acima, num satélite que facilita o uso de seus transponders sem a permissão do operador do satélite é teoricamente possível injetar um sinal de dados em teoricamente qualquer transponder, ainda mais quando os dados a serem transmitidos são tão leves quanto as chaves de SKS.
Outra coisa a se notar é que as marcas que sobreviveram estiveram mexendo em seus firmwares durante o ano e podem sim ter mudado de TP no Hispasat durante o ano e até mesmo traçado uma estratégia de usar mais de uma TP no satélite para transmitir os dados das chaves SKS, com isto se uma TP cair se tem outra TP para continuar o sistema.
Uma estratégia que parece não ter sido seguida por todas as marcas.

E por que Azbox está mudando de satélite depois do apagão SKS que sofreu? = INCOGNITA

Azamérica cortou sua parceria com a Tocomsat por que a Tocomsat não estava prestando um serviço de qualidade.
Azbox ainda não conseguiu contratar um servidor de SKS que atenda seus clientes a contento.
Ora, todo mundo sabe que as marcas de receptores de tv não tem mais servidores de IKS e SKS próprios e acabam contratando pessoas especializadas neste tipo de serviço, que é preciso ser operado por pessoas altamente especializadas e a margem da lei, este não é um tipo de serviço que se contrata colocando um anúncio num jornal e nem através de uma empresa de recrutamento.
Esta claro que até pode existir colaboração entre as marcas mas nem todas tem as mesmas pessoas trabalhando para elas, com isto nem todas as marcas conseguem chegar nas mesmas soluções.
Por que a Azbox não consegue continuar no Hispasat? Talvez a gente nunca saiba disto e talves diante do sucesso de suas concorrentes, Azbox e outras marcas similares voltem a operar no Hispasat depois do Apagão SKS a que foram submetidas no último domingo.

Fonte: GPS Pesquisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário